Averbação de Imóveis em Curitiba

Nós temos o prazer de escrever sobre algo que estamos realizando com excelência e ajudando muitos proprietários de imóveis e corretores, devido ao sucesso de acessos ao site tem nos motivado neste trabalho sobre averbação de imóveis.

Neste texto nosso intuito é demonstrar a importância e a vantagens de se ter imóvel devidamente averbado. Vale a pena averbar um imóvel?

Primeiro tópico: o ideal é se construir de acordo com código de normas da prefeitura onde se localiza imóvel ter o projeto aprovado, conseguir o Alvará de Licença. Efetuar a Construção do Imóvel e em seguida providenciar o Certificado de Vistoria Conclusão de Obra (CVC0).

Obter CND do INSS e em seguida finalizar a averbação em Cartório.

Na prática existem muitos imóveis que a construção não estão averbados total ou parcialmente e não seguiram as etapas acima.

O imóvel que não possua averbação não se consegue sua comercialização via financiamento bancário, fato que muitas vezes inviabiliza a comercialização do imóvel e alguns casos impedem a emissão de alvará para fins comerciais.

Vamos um exemplo:

Sr.(não faremos menção o nome por questão de sigilo profissional) em Curitiba construiu um barracão sem orientação de Profissional Habilitado (Engenheiro ou Arquiteto), fez a construção sem respeitar os recuos exigidos pela prefeitura, resultado terminado obra já havia pretendente para locar imóvel, o locatário precisava emissão do alvará constatou-se ausência de averbação, a prefeitura analisou o caso e indicou os recuos exigidos não foram respeitados, do modo que do jeito que barracão se apresenta é impossível regularizar a obra, só demolindo parte do barracão, seria possível sua regularização, nem precisava indicar que o locatário desistiu da locação. Pergunto o proprietário precisava passar por esta situação perder tempo, cliente, dinheiro? Não, um Profissional Habilitado orientaria o correto, e hoje certamente o imóvel estaria regularizando e alugado.